em Sem categoria

Assembleia de credores decidiu nesta quinta-feira pela aprovação do plano.

A Máquina de Vendas, controladora das lojas Ricardo Eletro, aprovou nesta quinta-feira, 16, seu plano de recuperação judicial. Com dívidas de 6 bilhões de reais, o plano foi aprovado por 75% dos credores, mas sem os bancos. Isso porque a empresa, que foi assessorada pela Pantalica Partners, decidiu manter as condições originais das dívidas dos bancos e debenturistas quando percebeu que eles não aprovariam o plano.

A lei prevê que, nestes casos, o credor pode ser excluído da votação da assembleia. O valor da dívida com os bancos e debenturistas é de R$ 1,7 bi. São eles Itaú, Bradesco e Santander e o fundo Geribá. No plano, a empresa vai pagar os credores anualmente quando o caixa superar os 100 milhões de reais ou quando vender algum ativo.

Fonte: VEJA

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar